AV Comunicação | ‘Hora do Enem’ vai permitir mapeamento dos resultados de alunos por região e escola
Anterior
Fechar
Próximo

‘Hora do Enem’ vai permitir mapeamento dos resultados de alunos por região e escola

O segundo simulado oficial da plataforma de estudos ‘Hora do Enem’ está disponível para os alunos concluintes do ensino médio, da rede pública e particular, até o dia 3 de julho. Aqueles que se cadastraram terão o tempo de 4h para fazer a prova de 80 questões e o resultado é imediato, permitindo que o aluno verifique se atingiu ou não a nota de corte do curso que pretende fazer e a universidade na qual espera ingressar. O subsecretário do Planejamento, Acompanhamento e Avaliação da Secretaria de Educação do Distrito Federal, Fábio Pereira, reforça a importância do candidato ao Enem participar do simulado on-line, pois dá oportunidade de aperfeiçoamento e detecção de quais conteúdos precisam ser aprofundados.

“É para ele [estudante] se ambientar ao formato da prova mesmo, né? Para se preparar para esse dia da prova. Além disso, existe o retorno pedagógico. Quando ele tiver uma resposta do simulado, ele vai poder ver onde estão as suas fragilidades, em que área do conhecimento que ele precisa se empenhar mais, se dedicar mais até a prova oficial do Enem. Para melhorar esse resultado”, afirmou.

O subsecretário ainda ressalta que os alunos, que participarem desta edição do simulado, especialmente os que estudam na rede pública de ensino, têm a oportunidade de fazer a prova em qualquer local, inclusive na própria escola.

“O simulado ainda tem essa possibilidade. Ele pode fazer em qualquer lugar. Não só na escola dele, como até em casa, ou até numa lan house ele pode acessar e fazer esse simulado. As escolas que têm laboratório de informática com conexão à internet, elas vão estar liberadas para o estudante desde que ele previamente comunique a intenção dele de fazer essa prova na escola”, disse.

Fábio Pereira destaca como fundamental a iniciativa do MEC de disponibilizar relatórios gerenciais e os resultados oficiais de todos os simulados nacionais para as secretarias estaduais de Educação e gestores de todas as escolas públicas de todo o país. Para o gestor, isso permite um melhor planejamento de ações pedagógicas, contribuindo dessa forma que o aluno se prepare melhor para a prova oficial do Enem.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado

Aguarde...