AV Comunicação | “Partido Conservador britânico aposta em pontos e bônus para divulgar conteúdo”, por Olavo Soares
Anterior
Fechar
Próximo

“Partido Conservador britânico aposta em pontos e bônus para divulgar conteúdo”, por Olavo Soares

20 de dezembro de 2016
Nos tempos em que a credibilidade das redes sociais é cada vez mais questionada, o Partido Conservador britânico criou uma técnica interessante para estimular seus simpatizantes a divulgar a visão do partido. Quem compartilhar as notícias da legenda em seus perfis pessoais ganha pontos que podem posteriormente ser trocados por ‘recompensas’ dos conservadores, como brindes.
O sistema funciona de forma simples. As notícias estão dispostas na página principal do partido, a www.conservatives.com. Abaixo de cada uma está especificada a premiação relacionada à matéria – 100 pontos, 80 ou 75, e assim por diante. O compartilhamento pode ser feito no Facebook, no Twitter ou no LinkedIn. O usuário que integra o sistema tem acesso a um ranking que mostra a pontuação de todos os que estão participando da disputa.
A boa tática do Partido Conservador cumpre, de modo bem-sucedido, a diferentes propósitos. O primeiro é, como já apontado, alimentar as redes sociais com conteúdo de interesse da própria legenda. Essas mídias, em especial o Facebook, têm sido acusadas de direcionar as publicações dos usuários – dando mais ou menos atenção, de acordo com diferentes interesses. Ao fazer com que ‘pessoas físicas’ divulguem as matérias, os conservadores aumentam seus pontos de disseminação, não dependendo mais apenas da popularidade dos sites de notícias.
Outro caminho é superar aquela que é uma das maiores tendências de 2016: a onda das notícias falsas. Todos sabemos o impacto que essa praga – cujo crescimento parece imbatível – tem causado ao debate político. Então os conservadores buscam matar o problema em sua origem. Querem que os próprios usuários abasteçam suas redes, assim não abrindo margem para inverdades de todos os tipos.
Por fim, o outro ganho é aquele de mais imediata percepção e benefício: o da valorização da militância. Um partidário que divulga notícias e é recompensado por isso se sente mais como uma parte de um todo maior, e torna-se motivado para fazer ainda mais.
Creio que esse sistema do Partido Conservador não está imune a hackers e robôs. Podem haver militantes que apelem a truques para incrementar sua participação e, assim, galgarem posições no ranking dos mais ativos. Pouco importa, na verdade. Engajamento é sempre bom, e essa proposta alcança isso.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado

Aguarde...